As temperaturas estão a aumentar e as consequências não se fazem esperar; as pessoas, os animais e os veículos estão no centro das atenções.

Os cinco verões mais quentes na Europa desde 1500 ocorreram desde o início deste século, nomeadamente em 2002, 2003, 2010, 2016 e 2018. Têm sido provocados pelo aumento das emissões de dióxido de carbono que retém o calor na atmosfera, segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM).

Esta tendência culminou no passado mês de junho, considerado o mais quente de que há registo, de acordo com o Serviço para as Alterações Climáticas do programa Copernicus da UE. As previsões para o século XXI indicam que as ondas de calor se tornarão mais frequentes, intensas e duradouras.

 

Conduzir com calor

De acordo com um estudo realizado pela empresa espanhola Prevensis1 sobre hábitos de condução, os acidentes de viação devidos ao calor podem ser quantificados em 17% do total de acidentes. Tal deve-se ao facto de, quando a temperatura se situa entre os 35 e 40 graus Celsius, quase um quinto dos sinais de trânsito deixam de ser vistos e os erros aumentam (podendo equiparar-se ao consumo de cinco cervejas).

Aparecem o cansaço, a fadiga, a sonolência, agressividade e diminuição da capacidade de concentração e atenção.

 

O veículo

Os carros também sofrem, com mais problemas com os pneus (furos) e o motor (sobreaquecimento e ignição da luz de advertência). De facto, muitos destes incidentes poderiam ser evitados com uma manutenção adequada dos automóveis.

 

Conclusões

Obviamente, não podemos controlar todos os fatores que nos podem afetar, embora possamos evitar sermos a causa de uma situação perigosa.

Em qualquer caso, é melhor prevenir que curar e, na MetLife sabemos disso, e é por isso que lhe oferecemos os nossos melhores Seguros de Acidentes Pessoais para que você não tenha que se preocupar com nada além de aproveitar com sua família.

 

 

 

 

1 https://prevensis.com/blog/2018/9/1/conducir-con-calor

 

*Não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida.