A tendência atual é comparar tudo, milhares de páginas online oferecem-nos seguros de vida e acidentes que são baratos e com "tudo o que precisamos". Se chegou até aqui, não é um deles; está realmente interessado no que compra.

É por isso que lhe vamos fazer uma comparação. Explicamos acima como calcular o preço de contratar que o seu seguro de vida e o que deve cobrir. Mas sabe exatamente como isso afeta a sua economia?

Digamos que tem um filho de 8 anos e quer assegurar o seu futuro através do seu seguro de vida. Neste caso estaríamos a falar de um custo de cerca de 200 euros por ano, menos do que paga pelo seguro do carro!

Apesar de ser verdade que o seguro do carro e é obrigatório tê-lo por lei. A paz de espírito que vem de saber que o seu filho terá acesso a educação e a uma qualidade mínima de vida é uma questão de responsabilidade.

Esta responsabilidade não é apenas com o seu filho, é também com o resto da sua família, com o seu parceiro, tios, pais, o resto dos filhos... todos aqueles que teriam de assumir o seu lugar e contribuir para lhes garantir um ponto de partida.

Por isso, deveria optar pela antiga fórmula de perguntar e avaliar todas as opções, como aquelas antigas listas de prós e contras. Porque nas decisões importantes, como contratar um seguro de vida, os detalhes são tudo.

E agora o momento decisivo, aprender o que significa o conceito de custo de oportunidade ou custo alternativo em economia. Este conceito representa o custo da alternativa que não comprou. Se decidir não investir na manutenção das condições de vida da sua família, este seguro de vida torna-se o que não comprou.

Está preparado para o “E se eu o tivesse contratado?” Ligue-nos e deixe-nos aconselhá-lo.