6 passos para ser mais forte

Ter medo de certas coisas é normal. Trata-se de um sistema de proteção interno contra o desconhecido ou contra algo que o nosso cérebro considera perigoso. Mas os medos podem controlar-se até que desapareçam completamente ou até que pelo menos não afetem a nossa vida. Damos-lhe algumas dicas para ajudar.

O primeiro passo para ultrapassar um medo é tomar consciência e perceber se de facto é um medo ou se se trata de uma fobia. As fobias podem afetar a nossa vida e causam sintomas físicos difíceis de ignorar – suores, palpitações, inação [1].

O medo, por outro lado, é um sentimento de que algo é ou pode ser perigoso, mas que não nos impede de tomar as ações esperadas. Se sabemos que não é uma fobia mas apenas medo, existem certos passos que podem ajudar-nos a lidar com isso:

Reconhecer, identificar e aceitar o medo – Assim que percebemos que temos medo de algo, devemos tentar identificar os porquês e aceitar que o medo é algo natural. Assim que o fizermos, será mais fácil lutar contra esse sentimento.

Respirar e racionalizar – Não devemos fugir nem enfrentar o medo sem pensar no assunto primeiro. Os medos existem essencialmente por uma questão de proteção e não devem ser ignorados. Parar um pouco, pensar racionalmente sobre a questão e entender se existe ou não razão para ter medo é fundamental.

Falar ou escrever sobre o medo – se o medo lhe parecer demasiado forte, peça ajuda. Não há que ter vergonha, uma vez que o medo é natural. As pessoas do seu círculo de confiança certamente podem ajudar a ver o medo de outra forma. Escrever sobre esse medo é outra forma de o exteriorizar e colocar em perspetiva, tirando-lhe força.

Identificar aquilo que perde por ter medo e aquilo que ganha por ultrapassá-lo – Ao elaborar uma lista sobre as vantagens de vencer um medo, ganhará varias razões para o fazer. A motivação é um impulsionador muito forte!

Lutar – Não deixe que o medo o paralise. Siga os passos anteriores e vá à luta. Fugir de um medo faz com que se torne cada vez mais difícil lidar com ele e abre um precedente indesejável.

Celebrar as conquistas e usá-las como referencia para o futuro – Assim que conquistar um medo, celebre esse feito, use as suas novas habilidades e lembre-se de utilizar essa experiência quando encontrar outro medo no futuro.

Alguns medos são mais difíceis de conquistar do que outros, mas o processo é semelhante. Aceitando o medo como parte integrante das nossas vidas, aprendemos a lidar com ele e tudo será melhor.

 

[1] Hatfield, H. The Fear Factor: Phobias – From aviophobia, the fear of flying, to zelophobia, the fear of jealousy, the list of phobias that harrow the human mind runs long, 2004

 

Publicado: 10-08-2018