Ano após ano, a moda desafia os nossos costumes e tradições, introduzindo novidades que costumamos seguir sem pensar em como podem afetar diretamente a nossa saúde. Uma das mais recentes é usar calçado sem meias.

Se olharmos para as passarelas, passadeiras vermelhas e catálogos de moda, usar mocassins, sapatos formais ou sapatilhas sem meias e a mostrar os tornozelos está cada vez mais na moda, fazendo com que este hábito se disperse pela população, sobretudo, pela mais jovem.

O Colégio de Podologia do Reino Unido afirma ter registado um aumento do número de infeções por fungos na população mais jovem devido à moda de não usar meias.

Os pés têm à volta de 250.000 glândulas sudoríparas e, mesmo sem fazer desporto, geram uma grande quantidade de suor, aproximadamente 280 mililitros (quase uma lata de refrigerante). O problema surge quando não temos meias para absorver todo esse suor e evitar que apareçam fungos.

Para evitar que esta situação aconteça, os especialistas recomendam um conjunto de truques para não comprometer a nossa saúde sem deixar de seguir a moda:

1.Usar sempre meias feitas de materiais naturais, como o algodão, a lã ou até uma mistura das duas.

2.Utilizar calçado que permita a transpiração do pé e que absorva a humidade. Assim, podemos reduzir as possibilidades de criar um ecossistema ideal para a proliferação de fungos.

3.Usar meias curtas ou “pezinhos” cor de pele ou do sapato para dar a sensação de que não estamos a usar meias, e assim evitar o risco de contrair alguma doença.

4.Usar sprays antitranspirantes nas plantas dos pés antes de pôr os sapatos.

5.Diminuir as horas que passamos com o calçado posto.

6.Usar palmilhas desmontáveis e com efeito desodorizante, prevenindo o excesso de suor.

 

Fonte: http://www.bbc.com/mundo/noticias-41568720

Publicado: 10-08-2018