Costuma sentir-se com falta de energia? Se sim, pode ter a certeza de que não está sozinho, de acordo com um estudo realizado em 14 países europeus, metade dos portugueses afirma ter falta de energia. Se acha que faz parte deste grupo, está na altura de agir e combater o cansaço que se apoderou de si.

Em primeiro lugar, reflita sobre o porquê de se sentir tão fatigado constantemente. Será que está a passar por um período de stress? Tem dormido menos do que o normal? Mudou drasticamente os seus hábitos alimentares? Se respondeu que sim a qualquer uma destas perguntas, e consegue identificar o que lhe está a provocar tanto cansaço, já sabe o que tem a fazer. Faça um esforço para manter uma rotina equilibrada e não deixe que o stress tome conta da sua vida. 

Comece por garantir que dorme pelo menos 8 horas, por dia, e reserve uma hora todos os dias para mexer-se. Pode parecer contraditório, mas as pessoas que fazem desporto regularmente, têm mais energia. Nunca se esqueça de começar o dia com um pequeno almoço saudável e, se você sentir que o stress é o principal motivo do seu cansaço constante, aprenda a lidar com ele com as nossas técnicas.

Se passarem mais de 2 a 3 semanas e sentir que, mesmo depois de mudar os seus hábitos para conseguir uma rotina mais equilibrada, ainda se sente cansado, existem algumas terapias alternativas que podem ajudá-lo, como acupuntura, homeopatia ou fisioterapia.

Acupuntura

A acupuntura é uma terapia que faz parte da medicina tradicional chinesa, que usa agulhas para relaxar os músculos e regenerar o fluxo de energia. Os benefícios são vários: atua contra a dor de cabeça, ajuda a combater a ansiedade e a depressão, alivia as dores de costas e, também, acalma as alergias. Além disso, é extremamente benéfico para as mulheres, pois pode ajudar a melhorar e combater a síndrome dos ovários policísticos e aliviar as dores da síndrome pré-menstrual.

Homeopatia

É um método que é capaz de prevenir, curar e aliviar muitas doenças de forma natural. Ajuda a tratar o stress e a ansiedade e, ainda, as doenças temporárias (gripe, enxaqueca) e crônicas (asma, ansiedade, alergia) e infeções.

Imaginação guiada

Esta terapia está pensada para ajudar em casos de transtornos derivados de ansiedade, hipertensão ou cancro. Os pacientes devem concentrar-se em imagens específicas, num tratamento que ajuda a conectar a mente e o corpo, e a recuperar o estilo de vida anterior à doença.

 

 

Fonte: https://www.publico.pt/2010/12/20/sociedade/noticia/metade-dos-portugueses-queixase-de-cansaco-e-falta-de-energia-1471757

https://www.terapiaintegral.com/2009-04-03/10-terapias-alternativas

Publicado: 10-08-2018