Provavelmente não gostaria de responder a esta pergunta em público, mas é realmente uma questão que deve perguntar-se. Quando foi a última vez que você foi ao dentista? Há uma semana? Há 6 meses, ou será que foi há mais de um ano?

Em primeiro lugar deve ter em conta que as pessoas que não vão ao dentista há vários anos acabam por gastar muito mais quando têm algum problema grave. Um problema que poderia ser resolvido facilmente se fosse ao dentista regularmente, pode tornar-se em algo mais grave com o passar do tempo. Aqui fica um exemplo:

Imagine que durante o ano de 2016 você começa a ter uma deterioração do esmalte, um problema que poderia ser facilmente resolvido com uma visita ao dentista e uma boa limpeza oral. Mas, em vez disso, você deixa passar o tempo e não marca a consulta.

Em 2017, continua sem ir ao dentista e essa deterioração agrava-se, torna-se mais profunda e forma uma cavidade. Isto poderia ser resolvido com um simples preenchimento, mas, como não lhe incomoda muito, você deixa passar.

Chegamos a 2018, começa a sentir dores e algum desconforto nos dentes, finalmente decide ir ao dentista que, analisando sua situação, recomenda que seja melhor retirar o dente e pôr um implante. De repente, algo que poderia ter sido resolvido com uma simples limpeza oral ou com um preenchimento, tornou-se num implante dental.

Por esta razão, é necessário que vá ao dentista com regularidade. Nós não lhe diremos quantas vezes deve ir porque isso depende de cada pessoa, mas pelo menos duas vezes por ano é sempre recomendado. Consulte um especialista para que possa analisar as suas necessidades em detalhe e aconselhar-lhe.

Lembre-se que evitar uma ida ao dentista pode levar a problemas que poderiam ter tido uma solução fácil se fossem detectados a tempo. Assim como cuidamos de nossa saúde geral ou das nossas contas bancárias, temos que garantir também a segurança da nossa saúde dental.

Publicado: 29-10-2018