Segundo os especialistas, três semanas são suficientes para adquirir uma nova rotina, desde que esta tenha algum valor importante para a pessoa em causa.

Na década de 50, Maxwell Maltz, um reputado cirurgião da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, começou a aperceber-se que os seus pacientes apenas precisavam de 21 dias para habituar-se às mudanças que o seu corpo sofria. Maltz assinalava que comportamo-nos segundo a imagem que formamos de nós próprios, por isso, ao mudar essa mesma imagem, o mesmo acontecerá com os nossos costumes. Trata-se de uma estimativa, o que nem sempre implica que se consiga incorporar hábitos novos dentro deste prazo.

Uma das formas através das quais o cérebro ganha eficiência é a repetição. Repetir a ação  tantas vezes quanto sejam necessárias até que esta seja automática, em atos que podemos fazer sem pensar, por exemplo porque as associamos a um momento específico do dia, por exemplo.

Que rotinas seguir para adotar um novo hábito?

1.Concentre-se no objetivo.

Adquirir uma nova rotina é algo que se desenvolve com esforço. Dependendo da sua magnitude, é possível que a tarefa se torne num verdadeiro desafio. Por isso mesmo, é recomendável concentrar-se em apenas um objetivo de cada vez e acompanhar a sua progressão.  

2.Seja consciente da sua evolução durante os 21 dias.

A melhor forma de conseguir o seu objetivo é repetir a mesma ação tantas vezes quanto seja necessária e, para isso, precisará de muita constância. Portanto, tente manter um registo ativo e medir de forma quantitativa a sua evolução.

3.Avalie os seus resultados.

Se considera que cumpriu os objetivos dentro do prazo estabelecido e que a ação que deseja integrar na sua rotina diária já não supõe nenhum esforço, pode dar-se por satisfeito: conseguiu cumprir a sua missão!

 

Fontes: https://habitualmente.com/reglas-para-cambiar-de-habitos/

https://elpais.com/elpais/2014/12/16/buenavida/1418743679_996306.html

Publicado: 16-07-2018