A MetLife assinala o Dia Mundial da Poupança e da Inclusão Financeira com um alerta para o baixo índice de literacia financeira da população portuguesa.

A MetLife e os seus colaboradores têm vindo a fazer um trabalho contínuo para melhorar a educação financeira dos jovens portugueses. Ao longo dos últimos anos, os programas da MetLife com a Junior Achievement Portugal impactaram mais de 2000 alunos, com a participação de 106 voluntários da operação ibérica da companhia de seguros, perfazendo mais de 930 horas de voluntariado.

No ano letivo 2016/17, 20 voluntários contribuíram para mais de 138 horas de voluntariado empresarial, em parceria com a Junior Achievement Portugal, em três programas do ensino secundário e universitário, e ainda num workshop realizado em três escolas de Lisboa.

Ainda assim, há muito por fazer. Num inquérito sobre a Literacia Financeira da População Portuguesa, do Banco de Portugal, apresentado em outubro de 2016, concluiu-se que:

1. Quase 30% dos portugueses não planeia o seu orçamento familiar;

2. Cerca de 40% não faz qualquer poupança e só cerca de 60% teria capacidade para fazer face a uma despesa inesperada (equivalente ao seu rendimento mensal);

3. 40% dos portugueses, por exemplo, não consegue calcular um juro simples, 80% não sabe o que é um spread e 95% não compreende o conceito de capital garantido de um valor mobiliário.

Por isso, em 2016, os esforços da MetLife continuam e, juntamente com a Fundação MetLife2, distribuíram 26,3 milhões de euros para promover a inclusão financeira de pessoas e famílias de baixos rendimentos em todo o mundo, ajudando-os a ter acesso a produtos e serviços financeiros seguros e económicos.

 

Fontes: http://bit.ly/2xCZba0

https://www.metlife.com/assets/cao/corporate-responsibility/2016-reports/global-impact-overview_spreads.pdf

http://gflec.org/wp-content/uploads/2015/11/Finlit_paper_16_F2_singles.pdf

Publicado: 13-07-2018