Pesquisar cadeiras para o carro, berços e até decoração para o quarto do novo bebé. Há muita coisa a fazer enquanto espera pelo novo membro da família. Além de preparar as questões tangíveis, vai querer ter a certeza de que a sua situação financeira está em ordem.

Eu não consigo pensar num momento mais importante para começar a pensar sobre suas finanças”. Palavras de Erica Sandberg, autora de Expecting Money: The Essential Financial Plan for New and Growing Families.

Embora possa parecer complicado adicionar mais um item à sua lista de coisas a fazer, um planeamento financeiro inteligente com antecedência vai garantir que estará preparado para as mudanças que surgem aquando do nascimento de um filho. Sandberg defende quatro tarefas financeiras que os futuros pais devem priorizar antes da chegada do novo rebento.


• Crie ou refaça o seu orçamento familiar. É possível que tenha vivido facilmente com uma ou duas fontes de rendimento, mas ter um bebé tras despesas adicionais.

Podem surgir ainda mudanças no seu rendimento. “Quando estiver com um filho nos braços, a fazer face às despesas, provavelmente dormindo pouco – já será tarde para começar a pensar no seu orçamento”, diz Sandberg.

Para os pais que esperam um filho, o primeiro passo deve ser obter uma imagem clara do quanto ganham, quanto gastam e quanto querem poupar. Dessa forma, serão capazes de tomar decisões informadas sobre o tempo de licença a tirar, o quanto podem gastar em cuidados da criança e se podem permitir-se reduzir o horário de trabalho. Há ferramentas de orçamento on-line que podem ajudar a criar um orçamento mensal e controlar as despesas.


• Prepare-se para a sua licença parental. Cuidar do seu recém-nascido vem com um custo. Na verdade, poucas pessoas têm a opção de usufruir de licença paga. “Deve pensar sobre se você ou o seu parceiro – ou ambos – vão precisar de trabalhar menos, e como isso vai impactar os vossos rendimentos”, diz Sandberg.

Investigue se o seu empregador paga a licença parental. Se pretender tirar uma licença sem vencimento, examine o seu orçamento para ver quanto tempo pode aguentar com um rendimento reduzido. Em seguida, comece a poupar para essas semanas ou meses com menos dinheiro.


• Considere os gastos a ter com a supervisão da criança. Se for necessário contratar alguém para cuidar da criança, ou colocar a criança numa creche, é importante explorar as opções. Enquanto o custo dos cuidados varia por cidade e por tipo de cuidados (uma creche versus uma ama), o valor anual terá um peso importante no orçamento familiar.

Avalie quanto pode gastar, investigue o que está disponível na sua zona e pense em formas criativas para poupar. Por exemplo, Sandberg sugere partilhar uma ama com famílias de amigos. Isto permite reduzir a despesa e também significa alguns amigos novos para o seu filho.


• Subscreva um seguro de Vida. “Agora é a hora… para começar a pensar sobre um seguro de Vida”, diz Sandberg. Se algo acontecer com um progenitor,  pode evitar problemas financeiros e garantir as necessidades imediatas e futuras do bebé. O valor do seguro de Vida depende de varios fatores, incluindo o nível de rendimentos e gastos com habitação.

 

Para os pais à espera de uma criança, os meses antes da chegada do bebé são um turbilhão de atividades. Ter tempo para se preparar financeiramente para o filhote ou filhota pode trazer paz de espírito durante este tempo ocupado. Permite que se concentrem no esencial – a sua família.

Publicado: 10-08-2018