Os animais podem trazer muitos benefícios sociais e psicológicos à família, enchendo de alegria qualquer ambiente. De acordo com a FEDIAF1, a Federação Europeia da Indústria de Comida para Animais), 33% das famílias europeias têm um animal de estimação em casa, principalmente gatos (32,4%) e cães (29,7%), um número que demostra a enorme aceitação que têm os animais de estimação.
Estes são alguns dos efeitos positivos que os animais podem oferecer:

1. Ajudam pessoas com problemas de mobilidade, graças à motivação para interagir e que pode ajudar a reduzir a sensação de fadiga ou dor.

2. Ajudam a exercitar. O desporto é, para alguns, uma atividade complicada e que desafia a força de vontade. Cuidar de um animal como um cão requer caminhadas diárias que podem ser a desculpa perfeita para a prática de desporto ao ar livre, como correr. Permite ganhar em saúde e poupar na mensalidade do ginásio.

3. Aumentam o nosso sentido de responsabilidade. Especialmente entre crianças e adolescentes, que ainda estão em processo de educação e formação de caráter, os animais podem proporcionar incentivos para realizar tarefas de forma natural, à medida que a criança vai criando uma ligação com o animal. Além disso, os animais podem incutir outros valores nas crianças, como perseverança, lealdade e empatia.

4. Oferecem segurança, tanto em casa como a nível pessoal. A companhia que um animal oferece faz-nos sentir mais seguros, além de poderem detectar perigo antes dos humanos.

5. Ajudam a superar traumas e situações mais delicadas, como o luto ou uma separação. O amor incondicional de um animal de estimação pelo seu dono acelera os processos de melhoria da depressão e ajuda a superar os momentos difíceis. Além disso, no caso de pessoas solteiras ou idosas, a companhia de um animal de estimação pode reduzir bastante os sentimentos de solidão e tristeza.

6. Promovem a socialização. O “mundo” de quem gosta de animais é um lugar onde as pessoas se encontram e partilham actividades, interesses e conhecimentos.

7. No caso de pessoas com Alzheimer, a terapia assistida com animais ajuda a evitar o isolamento do paciente e permite ao seu companheiro diminuir a ansiedade. Os lares de idosos começam a integrar a terapia assistida com animais, depois de perceber o efeito positivo que tem sobre os idosos.

8. Diminuem a ansiedade e melhoram o nosso humor. Acariciar um animal estimula a libertação de oxitocina, também chamada a hormona do amor, o que ajuda a lidar com estados de ansiedade, stress, fobias, etc.

9. Melhoram a imunidade dos bebés. Um estudo2 realizado pelo Hospital Universitário Kuopio na Finlândia, com 379 crianças, concluiu que partilhar a primeira infância com animais fortalece o sistema imunitário.

 

[1] The European Pet Food Industry Federation – http://www.fediaf.org 

[2] Eija Bergroth, Sami Remes, Juha Pekkanen, Timo Kauppila, Gisela Büchele, Leea Keski-Nisula, Respiratory Tract Illnesses During the First Year of Life: Effect of Dog and Cat Contacts. Revista Pediatrics, Agosto 2012, VOLUME 130 / ISSUE 2http://pediatrics.aappublications.org/content/130/2/211

Publicado: 17-07-2018