A chegada de um bebé é por norma associada a uma nova etapa cheia de amor e alegria, no entanto, apesar de toda a felicidade que um filho traz aos seus pais, nem sempre implica um caminho tão simples e bonito como podia ter imaginado.

Cada vez mais as novas gerações de mães estão abertas a falar sobre como se sentem depois do nascimento de um filho, sem esconder os problemas e dificuldades que enfrentam. No entanto, apesar de ser uma condição natural que afeta 1 em cada 7 mulheres, a depressão pós-parto continua a ser em grande parte, um tema tabu.

Consumidas por sentimentos de culpa, muitas mulheres escondem a dor que sentem e acabam por reprimir as suas emoções, agravando a possibilidade de uma depressão. A adaptação à nova vida com um bebé pode ser muito difícil e por isso mesmo é essencial que não se isole, nem deixe de pedir ajuda por medo do que os outros possam pensar.

Quando surge a depressão pós-parto?

Nos dias imediatamente após um parto, é normal sentir ansiedade, inquietude e tristeza devido às mudanças hormonais que o seu corpo atravessa. Numa primeira fase pode tratar-se de algo passageiro, mas se estes sintomas persistirem passado algumas semanas, já se considera a hipótese de que se possa tratar de uma depressão pós-parto.

O que pode sentir?

Se sofre de depressão pós-parto irá sentir-se mais cansada, com falta de energia, com insónias e mudanças de apetite. Muitas mulheres expressam sentimentos de culpa por achar que não estão a fazer o seu papel e acabam por experimentar emoções extremas e negativas tanto de preocupação exagerada ou pelo contrário, desinteresse pelo seu bebé.

Como superá-la?

Quando uma mulher sofre de depressão pós-parto, precisa mais do que nunca do apoio da sua família e amigos. Consultar um profissional de confiança será o ideal para conseguir superar esta fase o mais rápido possível e reconhecer que se trata de algo normal e passageiro, que em nada compromete o amor que sente pelo seu filho.

 

Existem uma série de passos que pode seguir para superar uma depressão pós-parto:

Evite estar sozinha, será muito mais fácil ultrapassar os sentimentos de ansiedade e inquietude se estiver acompanhada.

Fale dos seus sentimentos. Ignorá-los e reprimi-los só vai atrasar a sua recuperação.

Fomente o contacto com o seu bebé, assim elevará os seus níveis de oxitocina.

Respeite o seu ritmo interno e dê tempo ao tempo.

Descanse e tente manter a mente relaxada.

Se gostar de escrever, pode ser uma boa maneira para expressar-se e desabafar.

Mantenha uma alimentação saudável.

Pratique exercício leve.

 

Fonte: http://www.objetivobienestar.com/depresion-posparto-todo-lo-que-debes-saber_11794_102.html

 

 

Publicado: 10-08-2018